Healthy food collage

Algumas Coisas que fazem você desistir de uma dieta

24/03/2012

Muitas vezes você começa um programa de reeducação alimentar, geralmente na segunda-feira toda  animada.

No início, talvez até no primeiro mês tenho uma perda ponderal  grande. Mas com o passar do tempo vem aqueles deslizes e o desânimo e a determinação some, dando lugar a culpa.

Por que tanta gente não segue com uma dieta por muito tempo? Uma das primeiras coisas que passa pela minha cabeça, é o desejo de resultados imediatos.

Além de vários fatores de caráter mais psicológico, existem armadilhas simples que talvez por falta de conhecimento ou cuidado as pessoas caem no dia a dia como:

Querer comer só saladas!

Existem saladas pouco calóricas como as verdes, mas se forem apenas regadas a azeite e salpicada com sal,  estão longe de ser uma refeição completa, sendo pobres em nutrientes.  Uma salada rica que seja integrada como um refeição principal, com queijo, pão e algum tipo de peixe ou carne, pode ter até mais calorias que uma refeição melhor distribuída com carboidratos, proteínas, gorduras vitaminas e minerias, que compõe uma alimentação saudável, e que tem suas funções bem definidas no organismo.

Muitas vezes a pessoa come somente saladas e não vê um emagrecimento significativo!

As saladas são excelentes aliadas a dieta se consumidas antes do prato principal, pois funcionam como elemento promovedor da  saciedade antes do mesmo.

Se voce reparar bem na alimentação dos franceses, o que já rendeu até livros como os com o título, “Por que as francesas não engordam”, um dos fatores é  elas se alimentarem sempre de uma entrada, geralmente uma salada verde ou uma sopa antes do prato principal, e em pequenas porções! E ainda tomam sua taça única de vinho às refeições…

Outra coisa é ter a idéia que só se vai emagrecer com uma restrição calórica severa,  o que não é verdade! Se pensa que só dietas de 1200 calorias, ou menos emagrece, o que não é verdade.

Cada indivíduo tem uma taxa de metabolismo em repouso, o chamado metabolismo basal, e isso varia de pessoa para pessoa, e com relação a idade, sexo, peso e altura de cada um.

A redução drástica de calorias pode dar a impressão de castigo, e dieta tem que ser feita com algum grau de prazer e satisfação, pois afinal, nem pode nem deve ser uma tortura, embora  tenha que se ter  disciplina e limites, para uma pessoa que provavelmente deve ter passado um período comendo em excesso! Essa fase de restrição, claro que vai ser uma pouco chata, mas passado a fase inicial de adaptação, e quando você começar a caber naquela calça jeans linda que está no armário e não sobe, ou você tem que se deitar para fechar o ziper… vai ser a glória, a economia, e vai valer a pena!

Saber escolher  de alimentos diet e light
!

Estes alimentos não, necessariamente,  são menos calóricos que suas versões tradicionais. Procure examinar os rótulos e veja a diferença calórica tão variável entre ítens de um mesmo grupo, por exemplo de pães! O que é light e diet em absoluto quer dizer que não engorda e deve ser consumido dentro de seu programa nutricional.

Consumir em excesso bebidas diet ou light, que apesar do baixo teor calórico não tem valor nutricional, contem gás e dão uma falsa sensação de saciedade, além de prejudicar um pouco a digestão. Já existem pesquisas que apontam para o aumento da produção de insulina até mesmo pelo aspartame.

Ingerir sucos naturais em porções corretas, pode ser permitido. Estes  possuem bem mais nutrientes necessários para uma boa saúde e alimentação saudável, podendo ser incluídos no programa de perda de peso.

Ao sair um dia do programa de dieta, não fique se culpando e retorne no dia seguinte, pois isso é normal em qualquer pessoa.

Estas são algumas das coisas que boicotam as inúmeras clientes que vejo no decorrer dos anos que me procuram com a queixa principal da consulta:

“Quero emagrecer”!

Prof.Dra. Lizanka Marinheiro

Prof. da Pós-graduação em Saúde da Mulher e da Criança

Instituto Fernandes Figueira – FIOCRUZ

 

 

 

 

 

lizanka