Rotulo dos alimentos

LER E ENTENDER OS RÓTULOS DOS ALIMENTOS FAZ PARTE DA ROTINA DE UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL. CONFIRA AS DICAS!!

24/04/2013

Ao comprar alimentos, muitas pessoas nem reparam o rótulo nutricional. Este é um grande erro. Ler e entender os rótulos dos alimentos, faz parte da vida saudável. Nesse texto irei explicar com mais clareza, a importância de se analisar estas informações ,  o que significa cada uma, e assim poder te auxiliar  na escolha do alimento mais saudável.

O não entendimento dos rótulos dos alimentos, compromete de forma considerável a nossa saúde e principalmente para os que estão  em tratamento de perda de peso ou seguindo algum plano alimentar especial, por decorrência de alguma doença.

Veja o que cada item da tabela nutricional significa e fique atento as dicas que irão te facilitar à partir de agora, na leitura dos rótulos no momento das compras.

De acordo com a ANVISA, todos os rótulos nutricionais devem conter as seguintes informações: valor energético ( calorias), carboidratos, proteínas, gorduras totais, gorduras saturadas, gordura trans, fibra alimentar, cálcio, ferro e sódio.

Os rótulos também devem fornecer o percentual de valor diário ( %VD), que é o quanto  a porção do alimento contribui para atingir todos os valores diários recomendados de nutrientes ( levando em consideração uma alimentação média de 2500 kcal).

Além de fornecer informações nutricionais, os rótulos devem informar o nome do produto, lista de ingredientes que compõe o produto, prazo de validade e forma de armazenamento.

REGRA N° 1:

Quanto menos ingredientes, mais saudável é o alimento”.

Entenda o que significa cada item na informação nutricional:

# VALOR ENERGÉTICO:

É o total de calorias que o produto possui. As calorias equivalem a soma de carboidratos, proteínas e gorduras que transforma-se em energia para que o nosso corpo possa realizar suas funções vitais. Não se preocupe somente com o valor calórico dos alimentos. Ao invés de ficarem contabilizando calorias, devem sim, terem a preocupação de avaliarem os nutrientes, vitaminas e minerais desse alimento.

# CARBOIDRATO:

Nutriente que fornece energia primária ao organismo. Recomendo que priorize os carboidratos ricos em fibras, como o pão e o arroz integral. Além de fornecer mais saciedade, o açúcar chega de forma mais lenta ao sangue, mantendo assim a glicemia na corrente sanguínea estável.

# PROTEÍNAS

Nutriente importante pela construção de células, tecidos, músculos e órgãos. São encontrados nas carnes, ovos, leites e derivados e feijões em geral. Para saber se a proteína é magra, fique atenta com a quantidade de gordura. Ex: queijo branco possui menor teor de gordura que o queijo amarelo.

# GORDURA TOTAL

Também considerada fonte de energia, importante função no transporte de vitaminas lipossolúveis, além de outras funções no nosso organismo.  A gordura trans ( presente em alimentos industrializados que passaram pelo processo de hidrogenação) e saturada ( fontes de origem animal), devem ser consumidas de forma moderada e devemos restringir o seu consumo na rotina alimentar. É um grupo de gordura que aumenta o risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares e está diretamente relacionada ao aumento de colesterol. Já as insaturadas ( azeite extra virgem, castanhas, abacate) são benéficas, ajudando na prevenção e tratamento de doenças.

# FIBRAS

São vegetais, não digeridos pelas enzimas do sistema digestório. Promovem saciedade, possuem papel importante na regularização da função intestinal e controle da glicemia, atuando diretamente no processo de perda de peso. Preste sempre atenção nos rótulos e dê preferência à produtos com mais de 1,5g/porção. O consumo diário deve ser de 25 a 30 gramas/dia.

# SÓDIO

Mineral importante para manter a pressão osmótica do sangue e manutenção do equilíbrio hídrico, também desempenha papel na transmissão dos impulsos nervosos. Se consumido em excesso, pode elevar a pressão arterial, podendo acarretar em doenças coronarianas e hipertensão. Está presente em maior quantidade em alimentos industrializados, embutidos e enlatados.

# CORANTES E ADITIVOS QUÍMICOS

Substâncias químicas que são tóxicas ao nosso organismo. Interferem na função da tireóide, retardando o funcionamento do metabolismo. Aumenta a produção de radicais livres, além de interferir no mecanismo fome/saciedade.

REGRA N° 2:

“As quantidades nutricionais nos rótulos estão em ordem decrescente. O primeiro ingrediente é o que está em maior quantidade no produto”.

 

Sabendo a importância de todos esses nutrientes, poderão agora escolher os alimentos mais saudáveis para o consumo, visando sempre saúde e qualidade de vida. Seja consciente e leia sempre os rótulos dos produtos.

 

 

Alessandra Scutellaro

Nutricionista clínica

alessandrascutellaro@oi.com.br

CRN 05100931

lizanka