Global social media network

REDES SOCIAS E A NOSSA VIDA NO DIA A DIA

26/12/2013

Sem dúvida as redes sociais vem exercendo uma  enorme influência na vida das pessoas,  provocando mudanças  no comportamento e na comunicação da sociedade contemporânea. Aqui mesmo nós compartilhamos informações e conhecimento com nossos leitores. Toda a informação  se propaga através das redes, numa variedade e velocidade nunca antes imaginados. Hoje digitamos o que pensamos e dentro desse novo universo encontramos novas formas de expressão. Me chama atenção porém quando o assunto se volta para a saúde e comportamento. Especialmente quando o assunto é saúde.  Assim vemos dietas, estilos de vida e programas de treinamento  sendo divulgados muitas vezes por pessoas não aptas a postar este tipo de informação.

O risco deste tipo de exposição seria pregar um estilo de vida sem nenhum embasamento profissional tendo como objetivo maior o culto a um corpo “perfeito”, padronizado, não levando em conta biotipo e história de  seus seguidores. Quem seriam esses seguidores? Seria esse tipo de ideal postado o melhor a ser seguido e adequado a todos? O que buscamos e de que forma estamos usando  o que este universo virtual nos oferece vai depender muito da forma na qual formamos , vemos e sentimos a nossa própria imagem. Seremos afetados por essas imagens e estilos de vida em  maior ou menor grau de acordo  de como estamos construindo a nossa própria  imagem corporal.

Nesse terreno onde há pouca mediação e controle do que se posta, vemos pessoas não aptas a propor dietas postando deliberadamente sua alimentação e métodos de exercícios. Ao meu ver, dietas deveriam ser propostas levando em conta idade, biotipo e estilo de vida, sendo elaboradas  e acompanhadas por profissionais  qualificados para isso, assim como os programas de exercícios devem ser adequados ao preparo físico de quem os pratica,  como também sempre orientados por um profissional. Mas antes de tudo, devemos avaliar se não estamos buscando um ideal imposto socialmente, sendo esse o principal objetivo, preterindo a saúde e ao bom senso em relação a nós mesmos. Seria esse ideal atingível e comum a todos? A saúde deveria estar em primeiro lugar e a aparência física sendo uma consequência disso. Nada deve substituir um trabalho conjunto quando se trata de mudança de hábitos de vida em quem busca saúde e bem estar.

BETTINA KLIGERMAN

PSICANALISTA

lizanka