Prato light

COMER FORA DE CASA SEM ENGORDAR? SIM, ISSO É POSSIVEL!

04/03/2013

Trabalhar e almoçar fora! Essa rotina é cada vez mais comum entre mulheres e pode resultar no que elas menos desejam: quilinhos extras!

 A falta de tempo e a distância entre o local de trabalho e a residência, fez com que  a maioria das pessoas passassem a realizar as refeições principais, especialmente o almoço, fora de casa. Atualmente, é raro encontrar alguém que tenha o privilégio de se alimentar de comida caseira em todas as refeições. O ideal, é encontrar restaurantes que forneçam refeição de forma rápida, segura e o principal, saudável. No caso das pessoas que precisam perder peso, a preocupação com a qualidade nutricional da refeição oferecida é ainda maior.

Afinal, nem sempre dá pra saber quais são os ingredientes usados numa “inocente” lasanha vegetariana . Há outros exemplos de pratos que aparentam ser leves, mas são verdadeiras bombas calóricas.  Mas antes de achar que sua dieta está comprometida, saiba que é possível comer fora sem engordar ou  manter o tratamento de perda de peso, sem grandes riscos.

Boa parte dos brasileiros que comem fora de casa e não querem ganhar peso, não só solicitam mudanças  no prato como pedem para reduzir o tamanho da porção, segundo um estudo feito pela agência inglesa de pesquisas Brainjuicer. Trocando o seu filé à milanesa pelo grelhado e a batata gratinada por legumes à vapor, saiba que essa simples troca fará uma grande diferença.

Para você realizar sua refeição fora de casa de forma equilibrada e saudável, fique atento nessas   sugestões valiosas, para que  possa montar seu prato, independente do restaurante que escolher.

  1. 1.     PULE O COUVERT: ele costuma ter mais gordura e calorias que o restante da refeição. Se a fome estiver incontrolável e a espera no restaurante demorada, troque patês com maionese, manteiga e os antepastos mergulhados no azeite, por cogumelos, picles, azeitonas, carpaccio. Melhor ainda: Vá direto para a salada!

 

 

  1. 2.     COMECE PELA SALADA: Mas recuse as versões com batata, croutôns ou maionese. Prefira folhas verdes variadas e legumes crus ( eles estimulam a mastigação, antecipando a sensação de saciedade) acompanhados de um molho sem gordura, ou tempere com um fio de azeite, limão ou vinagre.

 

  1. 3.     PRATO PRINCIPAL: Se preocupe com a cor do seu prato, quanto mais colorido, sinal que esse prato está rico e completo nutricionalmente. Mix de folhas com 3 tipos de legumes, é a proporção perfeita para incluir na refeição. Prefira sempre os cereais integrais como fonte de carboidrato ( arroz 7 cereais, massa integral, quinua, cevadinha), são as melhores opções como escolha. Quanto as carnes, priorize as brancas por serem mais saudáveis. Atenção especial para os peixes ricos em ômega 3 ( atum, salmão, arenque, cavalinha, sardinha). Fuja de preparações empanadas, gratinadas, frituras ou à base de molhos cremosos. As leguminosas , (feijão, grão de bico, lentilha, soja) devem estar incluídas, por serem ótima fonte de proteína, oferecendo assim maior saciedade. E tenha foco na montagem do seu prato em um buffet ou na escolha do cardápio à la carte, misturar o mesmo grupo alimentar, querendo incluir um pouco de cada preparo ( arroz + batata + suflê) por exemplo, compromete e muito sua refeição, principalmente para quem está em tratamento de perda de peso. Fuja dessas armadilhas e mantenha somente a escolha de 1 tipo de cada grupo alimentar ( CARBOIDRATO + LEGUMINOSAS + PROTEÍNA + LEGUMES E VERDURAS). Ou mantenha as orientações da sua nutricionista ou profissional que está te acompanhando.

 

  1. 4.     CUIDADO COM A BEBIDA: Os sucos concentrados e adoçados são calóricos. É melhor ficar com opções diluídas em água. Se acontecer de pedir uma bebida alcóolica, prefira uma taça de vinho ou um copo de caipirinha com adoçante, é melhor do que optar por dois copos de chopp.

 

 

 

  1. 5.     PROGRAME A SOBREMESA: Reserve um dia da semana para finalizar a refeição com um doce e evite os ricos em gordura e açúcar. Fique com as opções à base de frutas, como uma fatia de torta de maçã, banana flambada, salada de frutas. O picolé de frutas é uma ótima opção magra e refresca!

 

Fique atento!!!!  A  próxima postagem será um guia de restaurantes,  com orientações nutricionais para você que almoça na churrascaria, no árabe, no japonês ou até mesmo  no restaurante italiano. Confira que é possível manter essa rotina sem ganhar peso!!!!

 

Alessandra Scutellaro

Nutricionista clinica

alessandrascutellaro@oi.com.br

 

lizanka